domingo, 16 de julho de 2017

Espírito Santo domina o Boavista, vence e avança às oitavas da Série D do Brasileiro

Atacante Rodrigo Pardal abriu o placar para o Espírito Santo contra o Boavista (Foto: João Brito/Espírito Santo FC)
Atacante Rodrigo Pardal abriu o placar para o Espírito Santo contra o Boavista (Foto: João Brito/Espírito Santo FC)

O time do Espírito Santo conseguiu chegar pela primeira vez às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro ao vencer o Boavista por 3 a 1, na tarde deste sábado. Mesmo jogando fora de casa, no Elcyr Resende, em Saquarema, o Santão foi dominante em praticamente toda a partida e não deu chances ao adversário.

Apenas no início do 2º tempo, com o gol de empate marcado por Lucas, de pênalti, que o Boavista esboçou uma reação, mas com uma grande partida do atacante Nilo, o Espírito Santo teve uma atuação de gala e volta pra casa com a vaga na próxima fase na bagagem.
O Espírito Santo abriu o placar com Rodrigo Pardal, que invadiu a área e chutou com a perna canhota para vencer o goleiro Rafael, aos 23 minutos do 1º tempo. O empate do Boavista veio logo aos sete minutos da 2ª etapa. O zagueiro Leandro Morais, que tinha acabado de entrar, cometeu pênalti em Leandrão. O meia Lucas cobrou com categoria e balançou a rede do Santão.
Jogando melhor, o Espírito Santo desempatou aos 19, com Nilo, que recebeu passe sensacional de Marcelinho, entrou na área e chutou por baixo do goleiro Rafael. E no final da partida, aos 43 minutos veio o terceiro gol. Recém-contratado, o volante Makelele foi na linha de fundo e cruzou pra trás. Rafael Serrano dominou e chutou forte para dar números finais à partida.

Defesa do Boavista não foi páreo para o domínio ofensivo do Espírito Santo (Foto: João Brito/Espírito Santo FC)
Defesa do Boavista não foi páreo para o domínio ofensivo do Espírito Santo (Foto: João Brito/Espírito Santo FC)
Duas escritas seguem imbatíveis no Santão
O time do Espírito Santo manteve duas marcas importantes nesta Série D do Campeonato Brasileiro. Em oito partidas disputadas até o momento, a equipe ainda não foi para o intervalo perdendo. E outro tabu a favor dos capixabas é a invencibilidade fora de casa, pois o Santão não sabe o que é perder na Série D jogando longe dos seus domínios.
Santão "tira onda" em Saquarema
Essa foi a partida onde o Espírito Santo marcou mais gols nesta Série D do Campeonato Brasileiro. Além disso, se contar com os gols do duelo contra o Boavista da primeira fase (empate em 2 a 2), o Estádio Alcyr Resende, em Saquarema, foi o local onde o Santão mais balançou a rede na competição (cinco vezes). Ou seja, na "terra do surf brasileiro" o time do Espírito Santo "tirou onda".
Eliminado da Série D do Campeonato Brasileiro, o Boavista agora volta as suas atenções para a disputa da Copa Rio, que vale vaga na Série D ou na Copa do Brasil do ano que vem (o clube vencedor escolhe qual competição disputar). O time de Saquarema encara o Olaria, em jogo de volta da 1ª fase, que acontece já na próxima quarta-feira, às 15h, em Bacaxá. Na primeira partida, houve empate por 0 a 0.
Com a vitória fora de casa e a classificação, o Espírito Santo agora aguarda o próximo adversário, que virá do duelo entre Operário-PR e Desportiva Ferroviária, que se enfrentam neste domingo à tarde, em Ponta Grossa, no Paraná. O time do Sul do país venceu o primeiro jogo por 2 a 0 e pode perder por até um gol de diferença que avança às oitavas de final.
A Desportiva precisa vencer por três gols de diferença para se classificar. Em caso de um novo 2 a 0, só que a favor dos capixabas, a decisão da vaga vai para as cobranças de pênalti.
BOAVISTA 1 x 3 ESPÍRITO SANTO
Campeonato Brasileiro Série D 2017 (Segunda Fase - Jogo de volta)
Data: 15 de julho (sábado)
Horário: 15h
Local: Elcyr Resende (Saquarema, ES)
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Ferreira (MG)
Gol: Rodrigo Pardal (ESP) aos 23min do 1º tempo; Lucas (BOA) aos 07min, Nilo (ESP) aos 19min e Rafael Serrano (ESP) aos 43min do 2º tempo.
Boavista: Rafael; Guilherme Eulálio, Derlan (Danilo), Anderson Luiz e Izaque; Vitor Faísca, William Maranhão e Lucas; Felipe Augusto (Léo Pimenta), Leandrão (Júlio César) e Caio. Técnico: Eduardo Allax.
Espírito Santo: Alan Faria; Edmar Chazinho, Thiago Martinelli (Leandro Morais), Joaquim e Rafael Serrano; Rodrigo César, Ronaldo Trés e Marcelinho; Vitinho, Rodrigo Pardal (Ranieri) e Nilo (Makelele). Técnico: Cleiton Marcelino.

Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog