domingo, 9 de julho de 2017

Depois de 60 anos, Omo lança campanha com 'momentos de verdade'

Por Luísa Melo




Os comerciais do sabão em pó Omo simularam nos últimos anos momentos felizes em que as pessoas se sujam - cachorros que enchem o dono de barro, crianças lambuzadas de tinta ou papinha. As imagens eram inspiradas na vida real, mas encenadas por atores. Agora, pela primeira vez em 60 anos, a Omo terá um comercial sem atores. Pessoas comuns serão as protagonistas.


A marca colocará no ar nos próximos dias a campanha "Bons momentos marcam", que vai exibir imagens compartilhadas pelos clientes em redes sociais. Podem entrar, por exemplo, o churrasco da sua família, o fim de semana no parque ou o trote de vestibular do vizinho.
A novidade é uma evolução do slogan "Se sujar faz bem", lançado em 2000. O Brasil será o primeiro mercado do comercial, que depois deve ser expandido para outros países da América
Na primeira fase, que deve durar de sete a dez dias, os comerciais vão convidar os clientes a participarem, publicando fotos e vídeos de vivências especiais de suas vidas com a hashtag "momentos que marcam".
O comercial inicial não terá cores, para transmitir a ideia de que não se deve deixar a vida "passar em branco".
A estratégia é também ampliar o público de relacionamento da marca, já que a campanha deixará de ser centrada apenas nas crianças e pais. "A intenção é modernizar a marca e conversar com públicos mais variados", afirma Adriana Castro, diretora de Marketing da marca.
Todas as mídias compartilhadas pelos consumidores serão exibidas em um portal online da marca. Elas passarão por uma curadoria e as melhores irão para a TV.
Quem participar não vai receber nenhuma espécie de prêmio ou dinheiro.

Tendência de marketing

Fazer comerciais mais realistas e estrelados por pessoas comuns -e não por atores- não é uma novidade. A Johnson's Brasil, por exemplo, lançou em maio um comercial com um bebê com Síndrome de Down.
A Unilever, dona da Omo, é a terceira maior anunciante do país. Só no ano passado, a companhia gastou R$ 2,7 bilhões em propaganda, segundo dados da Kantar.
Ela fica atrás apenas da Via Varejo, dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, e da líder Gennoma, dona das marcas Asepxia e Cicraticure.


Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog