terça-feira, 25 de setembro de 2018

(Momento Retrô TV)-Novela-Despedida de Solteiro-Capítulo 1(1992)-Rede Globo(Reprise NO Viva)


Despedida de Solteiro é uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 1 de junho de 1992 e 30 de janeiro de 1993, em 207 capítulos,substituindo Felicidade e sendo substituída por Mulheres de Areia. Foi a 43ª "novela das seis" exibida pela emissora.

Escrita por Walther Negrão com a colaboração de Rose Calza, Ângela Carneiro e Margareth Boury, tendo sido dirigida por Reynaldo Boury, Cláudio Cavalcanti e Carlos Manga Júnior.

Contou com Paulo Gorgulho, Lúcia Veríssimo, Felipe Camargo, Tássia Camargo, João Vitti, Rita Guedes, Helena Ranaldi, Eduardo Galvão, Lucinha Lins, Elias Gleizer, Jayme Periard, Ana Rosa, Lolita Rodrigues, Othon Bastos e Marcos Paulo nos papéis principais em uma trama sobre quatro amigos, que são condenados injustamente pelo assassinato de uma jovem.

Enredo:

A trama tem início em 1985, na fictícia cidade de Remanso, quando os amigos Pedro (Paulo Gorgulho), Pasqual (Eduardo Galvão) e Xampu (João Vitti) se reúnem para a despedida de solteiro de João Marcos (Felipe Camargo). A farra termina numa cachoeira, onde Salete (Gabriela Alves), uma das jovens que estavam no grupo, é assassinada. Durante a cerimônia de seu casamento com Lenita (Tássia Camargo), João Marcos é levado preso, junto com os três amigos, e todos são condenados a 21 anos de prisão pelo assassinato de Salete – crime que não cometeram.

A tragédia envolvendo os quatro jovens atinge a vida de outros personagens da história, como Flávia (Lúcia Veríssimo), irmã de Xampu e apaixonada por Pedro, e Marta (Lucinha Lins), que acaba assumindo os negócios de seu irmão, Pasqual. A vida de Lenita também muda radicalmente. Ela desiste de esperar João Marcos sair da cadeia e se casa com o mau-caráter Sérgio Santarém (Marcos Paulo), um advogado rico.

Depois de sete anos na prisão, os quatro amigos voltam para Remanso em liberdade condicional, mas Xampu, gravemente doente, morre. Emília (Lolita Rodrigues), sua mãe, não aceita a morte do filho e passa a odiar Pedro, a quem culpa por todo o seu sofrimento. Ela faz o que pode para atrapalhar o namoro dele com sua filha Flávia.

Pedro, Pasqual e João Marcos ainda têm de enfrentar Sérgio Santarém, que não mede esforços para fazer com que eles voltem para a prisão. Ele quer ver João Marcos bem longe de sua esposa, Lenita, que ainda é apaixonada pelo ex-noivo. Mas Sérgio não consegue impedir que os dois passem a se encontrar. Lenita pede o divórcio, mas ele a ameaça com a perda da guarda da filha, e chega a agredi-la fisicamente. Em determinado momento, Lenita revela a João Marcos que aceitou o casamento com Sérgio porque ele prometeu que o tiraria da cadeia.

Perseguido por Sérgio Santarém, João faz tudo para provar sua inocência e a de seus amigos, contando com a ajuda do advogado Mike (Jayme Periard). Investigando a vida de Sérgio, João descobre que o mau-caráter está envolvido na morte de Salete. Ao final da trama, ele consegue que o processo seja revisto, e é inocentado. Sérgio ainda tenta fugir do país, mas é preso. No último capítulo da novela, ao sair da cadeia em liberdade condicional, o vilão se encontra com Glória (Cinira Camargo), que lhe oferece uma maçã envenenada. Ele morre na hora. Lenita e João Marcos finalmente ficam juntos e iniciam uma vida em família.

Pedro se casa com Flávia, e os dois têm um filho. Pasqual, o mais farrista dos amigos, finalmente se decide entre Socorro (Cristina Mullins) e Carol (Leila Lopes), e fica com a segunda.

Convidada é retirada do “Altas Horas” e causa polêmica na web

Caroline Bittencourt 

Mel Maia foi retirada do "Altas Horas" durante quadro
Mel Maia foi retirada do "Altas Horas" durante quadro (Imagem: Reprodução / Globo)
No "Altas Horas", o quadro com dicas de sexo de Laura Muller já é um dos favoritos do programa. No último sábado (22), a atração contou com a presença de Mel Maia, 14 anos, e na hora do bate-papo com a sexóloga, a atriz foi retirada do estúdio.
"Bem, a Mel tá ali esperando… Ali não, bem longe esperando", explicou Serginho Groisman, enquanto mostrava a cadeira vazia que a adolescente ocupava. Em seguida, Laura opinou sobre como o tema deveria ser ensinado nas escolas.
"A escola, a partir dos seis anos de idade, o tema da sexualidade deveria ser transversal no ensino. Começar a falar sobre jeitos de ser homem e mulher do mundo e ir evoluindo para toda essa formação do jovem, para, no momento da iniciação sexual, ele ter um olhar mais crítico. É papel da escola, sim", afirmou a sexóloga.
O apresentador, então, falou sobre a polêmica que é o ensino de sexo nas salas de aula e Muller esclareceu: "Uma diferença entre falar sobre sexo e sexualidade. Sexualidade é o nosso jeito de ser no mundo. Nossos pais são os principais educadores sobre isso no mundo. Aos seis anos, a escola ensinaria sobre sexualidade num conceito amplo".
Nas redes sociais, a discussão gerou muita polêmica pelo que foi afirmado e pela retirada de Mel no debate.
Confira a repercussão:
Tiraram a Mel Maia do palco pra Laura Miller entrar, gente?? Ela já tem 14 anos, pelo amor, ou então chamassem ela num dia que a Laura não fosse né
A própria laura muller com consentimento do serginho do discutem a necessidade de introduzir a discussão do sexo na escola a partir dos 6 anos porém retiram a Mel Maia do programa ,quanta hipocrisia
Gente que hipocrisia eles falando da necessidade do adolescente ter conscientização sobre relação sexual e tirarem a Mel Maia do programa
Que hipocrisia, eles falando da necessidade de crianças terem educação sexual e tiraram a Mel Maia do palco

Fonte:RD1

Vasco quebra sequência sem vitórias, bate o Bahia e respira fora da zona de rebaixamento

Chegou ao fim a sequência sem vitórias do Vasco no Campeonato Brasileiro. Após quatro derrotas e um empate na era Alberto Valentim, o treinador enfim conseguiu vencer, mas em jogo em que seu time teve exibição longe do ideal. Começou pressionado, viu o goleiro do Bahia ser expulso e abriu o placar com Pikachu. Mas não mostrou criatividade e, mesmo com um a mais, sofreu o empate em São Januário. Só aos 32 da etapa final o alívio veio: Marrony, herói improvável da noite, marcou pela primeira vez como profissional, garantiu o 2 a 1 e tirou o Vasco da zona de rebaixamento - graças ao triunfo do Fluminense sobre a Chapecoense. O Bahia, por sua vez, vê o Z-4 ainda mais de perto.
Melhores momentos: Vasco 2 x 1 Bahia pela 26ª rodada do Brasileirão 2018

COMO FICA
O Vasco chegou aos mesmos 28 pontos da Chape, que perdeu para o Fluminense em casa e agora ocupa a 17ª posição - os cruz-maltinos levam a melhor no número de vitórias. O Bahia tem 29 e está em 15º. 
Parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro
Parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro (Foto: GloboEsporte.com)

COMEÇO COMPLICADO
Mesmo jogando em São Januário, foi o Bahia que começou sufocando o Vasco. Logo com cinco minutos, Martín Silva foi obrigado a fazer duas grandes defesas em chegadas perigosas dos visitantes. Os cruz-maltinos se seguraram, conseguiram ficar um pouco mais com a bola, mas pouco criavam. Até que, aos 28, Ríos aproveitou vacilo da defesa e apareceu na cara de Douglas. Ao tentar driblar, foi derrubado e sofreu pênalti. O goleiro foi expulso e Pikachu colocou o Vasco na frente do placar na única finalização do time na etapa inicial. Mesmo com um a mais, os comandados de Alberto Valentim continuaram a não levar perigo real e ainda deram espaços atrás. Nos acréscimos, Gilberto ficou no mano a mano na entrada da área, bateu e contou com desvio para deixar tudo igual. Vaias puderam ser ouvidas na saída para o intervalo.
Vasco x Bahia / Yago Pikachu
Vasco x Bahia / Yago Pikachu (Foto: André Durão / GloboEsporte.com )

HERÓI IMPROVÁVEL
Na volta para o segundo tempo, Valentim colocou Giovanni Augusto na vaga de Lenon. Pikachu foi para a lateral, e o Vasco até conseguiu chegar mais. Mas nada muito efetivo. Do banco, também saíram Kelvin e Marrony. E o prata da casa de 18 anos foi quem garantiu a vitória. Após cruzamento de Pikachu, subiu mais que a defesa e cabeceou no canto do goleiro Fernando - substituto de Paulinho na equipe baiana após a expulsão de Douglas.
Comemoracao Marrony


Na 27ª rodada, o Bahia recebe o Flamengo na Fonte Nova, às 21h do próximo sábado. O Vasco, na segunda-feira, visita o Paraná no Durival Britto, às 20h. Antes, os vascaínos pegam o Santos em jogo atrasado da ª rodada. O jogo acontece às 20h de quinta-feira, no Pacaembu.

Fonte:Globoesporte.com
























Arquivo do blog